quinta-feira, 22 de maio de 2014

Pessoas incompetentes não notam a própria incompetência

Não é preciso ser um gênio para notar esse “fenômeno”, mas agora cientistas conseguiram prová-lo

Fonte: Revista Galileu

por Redação Galileu
Editora Globo
"Monto a estante em 2 minutos"! Mais do que convencimento, o otimismo pode mostrar verdadeira ignorância sobre um assunto // Crédito: Shutterstock
Psicólogos da Universidade de Cornell conseguiram provar o que todos já sabiam: gente incompetente não se acha incompetente. Após mais de uma década de pesquisas, foi demonstrado que humanos não conseguem mensurar o que não sabem. Em outras palavras, quando alguém não conhece um assunto direito, há grandes chances dessa pessoa dizer que sabe mais do que a média.

Para chegar a essa conclusão, os cientistas aplicavam provas sobre assuntos de conhecimento comum a voluntários – os tópicos variavam entre assuntos como prevenção de DSTs, inteligência emocional e desafios de lógica. Depois dos testes, os próprios voluntários deveriam estimar a nota que iriam tirar.

O resultado foi que pessoas que se saíam bem realmente eram mais confiantes do que as que iam mal, mas apenas com uma pequena margem de diferença. Em geral, as pessoas que tinham notas baixas achavam que iriam conseguir uma pontuação sempre maior do que a média. Gente que tinha um score de 10 a 15%, por exemplo, disse que sua nota ficaria entre 55 e 65%.

O mais engraçado (ou nem tanto) é que o mesmo padrão se repetia quando as pessoas deviam dar notas para suas próprias piadas. Pessoas sem graça achavam que suas anedotas eram melhores do que elas eram na realidade.

Segundo os especialistas, essa expectativa além da realidade não é uma questão de otimismo. Para eles, como as pessoas não têm nenhuma noção sobre as respostas certas do teste ou do que faz uma piada ser realmente engraçada, elas não conseguem prever se foram bem ou não. Ou seja: a ignorância pode cegá-las.

fonte: http://juntopelaeducacao.blogspot.com.br

Um comentário:

Dinara Weige disse...

Bem assim . Eu já sabia. Só não tinha publicado. Kkkk...